sexta-feira, 13 de maio de 2011

O que é ser uma mulher charmosa?

O que tem o charme e a personalidade
 a ver com as emoções? A minha resposta é: tudo.


Basta dizer que da personalidade de uma pessoa ressalta a forma como ela percebe e regula os seus estados emocionais e os sentimentos relativamente a si e aos outros (algo que pertence ao domínio da consciência de si mesmo, da inteligência interpessoal e da inteligência emocional). Logo, será interessante abordarmos a questão do Charme e da Personalidade pois nos dias que correm são áreas em que quase todos nós apostamos, mesmo sem darmos conta da nossa preocupação com elas (quando procuramos uma determinada roupa, um certo perfume, um penteado diferente, que queremos nós? Realçar! Ter uma figura bonita, asseada, elegante!).

Quem não gosta de ter charme?

Só os falsos modestos dirão não. O curioso é que as pessoas mais simples até conseguem mostrar charme, mesmo sem o saberem. O charme é um componente da personalidade, talvez aquele que exerce mais fascínio e "glamour" para o exterior. Ser charmoso é ser atraente, é possuir algo a que costumamos chamar de magnetismo pessoal, é saber ser gentil, ter boas maneiras, revelar um encanto enigmático (carisma), quase como um perfume subtil.

Na verdade, eu penso que o charme é o perfume da personalidade. É ele que empresta à pessoa aquele "toque especial", aquela diferença quase discreta que torna a pessoa eleita entre as demais.

De onde vem o charme?

A gente encontra sobretudo nos gestos, nas posturas, no tom de voz, no sorriso natural, no olhar, na educação, no conteúdo das palavras e no próprio vestir.

Já a personalidade envolve tudo isso e mais o resto, incluindo a maturidade e a inteligência que a pessoa revela na condução da sua vida. Pode ser uma pessoa simples mas poderosa pelo seu jeito de ser e de estar na vida. Tudo isto reflecte-se também no estilo de viver que a pessoa segue, aquilo que ela escolhe, aquilo que ela quer, os sonhos que persegue.

Ter charme e personalidade é ter estilo, um jeito muito próprio de levar a vida e de amar os outros. Sim, porque a pessoa charmosa, com personalidade, é carismática, amiga, solidária, altruísta, reflexiva. Também é discreta quanto baste, sem exageros.

Entre os inimigos do charme estão o narcisismo, a vaidade, a timidez exagerada e a estupidez. E os grandes inimigos da personalidade realizada, concreta, percebida pelos outros, são a ignorância, a inibição, a fragilidade emocional, o egoísmo, o exibicionismo e outras malignidades que, em geral, têm uma relação direta com a educação recebida ao longo dos anos.

Pode-se cultivar o "charme"?

Sim, sem dúvida. Pode-se enriquecer a "personalidade"? Sim, é até mais fácil do que chegar ao charme. Na verdade, para se ter "Charme e Personalidade" precisamos apenas de motivação. As pessoas não se entregam facilmente a tratamentos de beleza, a curas de emagrecimento, a dietas mais saudáveis? Pois então o processo é o mesmo. Só que é mais intelectual, mais espiritual. E não custa nenhum dinheiro.


Nelson S Lima
Share |

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom receber você aqui! Grande beijo e volte sempre.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...